utilização

na terapia intensiva. Indicação, contra-indicação e benefícios da terapia com o uso do macacão.

UTILIZAÇÃO DO PEDIASUIT NA TERAPIA INTENSIVA

O uso da Órtese Proprioceptiva, combinada com o protocolo de terapia intensiva, foca no desenvolvimento motor, no reforço muscular, na resistência, na flexibilidade, no equilíbrio e na coordenação. Os elementos chaves deste tipo de terapia são o PediaSuit e a “Ability Exercise Unit” (AEU) ou "gaiola".

A "Gaiola Monkey" (figura 3) é uma gaiola de metal tridimensional rígida com polias metálicas que são arranjadas para alongar e fortalecer os grupos musculares.

Na "Gaiola da Spider", o paciente usa um cinto de couro, ao qual cabos elásticos estão conectados. Desta forma, o paciente é suportado e pode seguramente aprender a fazer transferência de peso, saltar, ajoelhar, subir degraus e passar sobre objetos. A "Gaiola da Spider" (figura 4) é uma ferramenta eficaz para a aplicação do tratamento do Conceito Bobath, um dos métodos mais difundidos e aceitos para a "reprogramação" do sistema nervoso central e neuromuscular e para ensinar cérebro as habilidades motoras funcionais. 


INDICAÇÕES

A terapia com o macacão terapêutico ortopédico, combinada com a terapia intensiva, tem sido benéfica para crianças com diagnósticos, incluindo: 

  • - Paralisia cerebral
    - Atraso no desenvolvimento motor
    - Traumatismo cranioencefálico
    - AVC
    - Ataxia
    - Atetose
    - Deficiências neurológicas
    - Deficiências ortopédicas
    - Doenças genéticas
    - Sequelas pós-cirúrgicas
    - Lesões da medula espinhal
    - Transtornos vestibulares
    - Síndrome de Down 


PRECAUÇÕES E CONTRA-INDICAÇÕES

Antes de iniciar a terapia com o macacão terapêutico ortopédico, um exame de raio- x recente do quadril se faz necessário. Caso o paciente apresente escoliose, um raio -x da coluna também é solicitado.

Crianças com certas condições médicas não são candidatas para a terapia com o macacão terapêutico ortopédico ou podem precisar de adaptações ou de uma monitorização rigorosa.


O USO DO MACACÃO TERAPÊUTICO ORTOPÉDICO PODE SER PREJUDICIAL AOS PACIENTES QUE APRESENTAM AS SEGUINTES CONDIÇÕES:

  • - Luxação do quadril, Atividades convulsivas descontroladas, a terapia realizada com um espelho na frente do paciente é aconselhável para detectar crises.
    - Hidrocefalia (com derivação shunt): pode usar o macacão terapêutico ortopédico, mas qualquer atividade que coloque o paciente com a cabeça para baixo deve ser limitada.
    - Diabetes: requer um lanche a cada 20 minutos.
    - Problemas de fígado ou rim, estes pacientes têm um aumento em seus níveis de proteína, o que faz com que o coração trabalhe mais.
    - Pressão arterial elevada, uma vez que em repouso a ação do macacão terapêutico ortopédico pode aumentar a pressão arterial em 20%, devemos monitorar pacientes com pressão alta constantemente.
    - Espasticidade severa combinada com contraturas articulares
    - Altura inferior a 85 centímetros
    - Terapia com bomba de baclofeno
  • - Escoliose 50 graus
  • - Traqueostomia e/ ou tubo gastrointestinal

 Aos pacientes com qualquer uma das condições listadas acima será exigida uma autorização médica para participar de terapia intensiva com o uso do macacão terapêutico ortopédico.


CONTRA-INDICAÇÕES ABSOLUTAS PARA O TRATAMENTO COM A TERAPIA COM O MACACÃO TERAPÊUTICO-ORTOPÉDICO:

  • - Subluxação ou luxação do quadril superior a 50%
    - Osteoporose
    - Pressão arterial elevada
    - Certos tipos de doença cardíaca
    - Alterações vasculares graves
    - Distrofias musculares

 

BENEFÍCIOS DA TERAPIA COM O USO DO MACACÃO TERAPÊTICO ORTOPÉDICO

  • - Melhora do input sensorial e motor do SNC
    - Modula o tônus muscular
    - Melhora do ajuste biomecânico com a estabilização externa
    - Melhora o alinhamento do quadril por meio de carga vertical sobre o mesmo
    - Melhora da simetria corporal
    - Corrige o padrão de marcha
    - Ajuda a diminuir as contrações
    - Melhora a densidade óssea
    - Promove o desenvolvimento de habilidades motoras finas e grossas
    - Promove resistência para reforço muscular
    - Melhora a consciência corporal em relação ao espaço
    - Promove estabilidade muscular
    - Modulação de ataxia e atetose
    - Fornece input vestibular
    - Auxilia na produção da fala e deglutição por melhorar o controle da cabeça e a sustentação do tronco.
    - Proporciona a estimulação tátil.